BLOG

Você se lembra do Projeto Motivar?

Postado em 04.09.2015

0 comentários



Você se lembra do Projeto Motivar? Ele completa quatro anos de existência ativa na vida de muitas crianças da Vila de Ponta Negra, em Natal, Rio Grande do Norte.

A bodyboarder Aline Mello deixou a sua carreira competitiva de lado, disposta a mudar a realidade das crianças da sua comunidade.

Entre as atividades que ela e outros profissionais voluntários oferecem aos alunos, que devem estar matriculados na escola, estão o reforço escolar, a aula de idiomas, de bodyboard, de yoga, de educação ambiental para trazer alegria para a vida destas crianças e conhecimento para que elas possam ter um futuro melhor.

Na aula de bodyboarding quem se destaca é o aluno Erick Richard, de 16 anos, tendo até competido alguns campeonatos. Dedicando-se aos treinos, ele deseja muito ser profissional no esporte. “Eu perdi meu pai faz seis anos e hoje minha mãe trabalha muito para auxiliar nosso futuro. Recebemos a ajuda da minha avó e dos meus tios, mas, no geral, a vida é difícil.” Ele ainda incentivou seu irmão mais novo que também está frequentando as aulas do projeto. Erick diz que ele sempre gostou muito de computador e por isso passava o dia trancado em casa. Todavia, Aline continua incentivando o estudo e a afinidade com a computação.

O Projeto Motivar foi o mais votado do Prêmio Shift Agentes Transformadores, merecendo o primeiro lugar entre os dez vencedores. E a atleta líder desta empreitada também foi selecionada para participar do International Visitor Leadership Program, um programa profissional de intercâmbio na América do Norte com visitas nos Estados Unidos e Canadá.

São raras as pessoas que investem suas vidas no “empreendedorismo social” e o fazem com tamanha responsabilidade, seriedade e compromisso, por isso devemos incentivar e proporcionar as melhores condições para que estas crianças possam ter a chance de uma realidade mais positiva e esperançosa.

A B2BR Bodyboarding Brasil e a Classic Fins apoiam o Projeto Motivar e novamente enviam pés de pato (nadadeiras de borracha) e equipamentos para as aulas de bodyboarding.

Fazer parte da história deste projeto e destas crianças é um grande orgulho!

Parabéns a todos os envolvidos!

Projeto Motivar recebe equipamentos B2BR e Classic Fins Aula de Bodyboarding Fisioterapia preventiva Aula de Bodyboarding Aula de Bodyboarding Aula de Inglês Aline Mello e Debora Nascimento recebem os equipamentos B2BR para as aulas de bodyboarding Aula de Bodyboarding Fisioterapia preventiva Aula de Bodyboarding Aline Mello recebe os equipamentos B2BR para as aulas de bodyboarding Fisioterapia preventiva Aula de Ioga Aula de Bodyboarding
Comente
0 comentários Comente agora!
Compartilhe

Board test - Rebel LTD Edition - Detalhes fazem toda a diferença

Postado em 07.10.2014

0 comentários



Depois de quase dois meses testando a B2BR Rebel LTD Edition, posso afirmar, utilizando a música do Rappa que: ”Detalhes fazem toda a diferença”

O bodyboard testado é repleto de detalhes no acabamento que lhe garantem uma qualidade muito superior.

Construção e acabamento: Quando você pega a prancha pela primeira vez já é possível perceber o capricho do acabamento. Não existem falhas ou rebarbas. O ângulo das bordas segue uma linha perfeita. O encaixe das bordas com o fundo e o deck não apresenta qualquer diferença no padrão. O pinline (a borda interna que fica entre a borda e o bloco) é milimetricamamente igual da rabeta até a bico. Isto significa que a mesma quantidade de calor e pressão foi utilizada na colocação da borda e do pinline. Este datalhe é importante no acabamento da prancha, pois uma prancha com o pinline torto pode indicar falha no material, falha na produção ou até mesmo um shape mal finalizado. Sem falar que esteticamente uma prancha com o pinline torto ou desparelho fica muito feia.

O fundo da prancha em Surlyn (material de primeira linha de todas as principais marcas do mundo) dispensa maiores comentários. Mas o grande diferencial do fundo do modelo testado é a cor totalmente exclusiva. Logo que você olha parece um fundo preto, mas, na realidade, é mais uma cor de café e que muda de tom conforme reflete o sol. Além disto, tem um brilho metálico. É muito diferente e para o meu gosto muito bonito.

O deck da prancha é de PE, o que dá um pouco mais de conforto na volta das manobras. Na prancha testada era um amarelo claro quase creme. Uma cor que não é comum em outras pranchas.

Outro detalhe que chama atenção no deck da B2BR Rebel LTD Edition é o contour: desenhos em relevo que facilitam a pegada e o posionamento do corpo e das pernas. Algumas pessoas acham que o contour é apenas um apelo estético, mas, no caso em questão, se mostrou muito útil e funcional. E para aqueles que tem dificuldade de manter os cotovelos no lugar certo vai ajudar muito.

O nose bulbs (um leve relevo no fundo da prancha próximo ao bico) é do tamanho certo e ajuda muito na hora do ataque ao lip e na volta de manobras mais fortes. Na minha opinião é um item obrigatório em qualquer prancha. (não compre uma prancha sem nose bulbs)

Mas a grande novidade desta linha é um novo material chamado skintec. O skintec é inovação criada para dar mais rigidez e memória* para a prancha, aumentando também sua durabilidade.

*Memória é a capacidade da prancha retornar ao formato original depois que uma grande força é aplicada sobre a mesma.

Além disto o Skintec ajuda a vedar o bloco. Sabemos que o bloco de PP não encharca, mas pode acontecer da água ficar retida entre camadas, como entre o deck e o bloco ou entre o bloco e o fundo. O Skintec ajuda a evitar esta situação. Na prática, percebemos que skintec tornou todo o conjunto muito mais rígido que uma prancha comum. Além disto, na hora que fomos instalar o plug (copinho) para o lesh foi preciso uma força extra para romper o material que é muito resistente.

O bloco da prancha dispensa maiores comentários, pois é o PP freedomsix core, o bloco mais avançado do mundo e disponível para poucas marcas. É bom lembrar que tem muita marca gringa utilizando ainda a versão antiga deste bloco.

Depois de todos estes detalhes técnicos você vai querer saber como funciona a prancha na água.

Bem, de nada adiantaria toda esta tecnologia se a o shape não fosse funcional. O shape da Rebel foi desenvolvido ao longo dos anos pela equipe de design da B2BR e pelo Bi Campeão Mundial da ISA Eder Luciano. Todos que conhecem o Eder sabem que o cara não economiza na hora de manobrar. É um dos atletas que mais faz manobras aéreas no mundo e é quase imbatível em ondas médias e pequenas.

Ou seja, a prancha que ele usa no circuito mundial só poderia ser uma máquina de manobras. O shape da Rebel tem o widepoint mais próximo do bico e, em todo o conjunto, a prancha é um pouco mais larga em relação aos shapes tradicionais. Comparada com o shape padrão dos australianos ela é bem mais larga. Na prática este shape ajuda na flutuação fazendo o bodyboarder atingir mais velocidade. Como é mais larga a Rebel também facilita o retorno das manobras mesmo quando a volta não é perfeita. Ou seja, com uma prancha destas é porrada para todo lado.

Concluindo a B2BR Rebel LTD Edition é um bodyboard com shape e design brasileiro, feita para manobras aéreas nas mais variadas condições, como os melhores materiais disponíveis e na mais conceituada fábrica do mundo.

Sem falar que é prancha importada com preço de nacional e como falei no início: Detalhes fazem toda a diferença.

Agradecimentos: B2BR e Classic Fins pelos equipamentos.
Mayonara e Denise pelas fotos.
Ust pela parceria.

Autor: Fernando Tôrres tem 43 anos (29 de bodyboarding) foi 4 vezes campeão gaúcho, primeiro profissional masculino do RS, top 5 do circuito brasileiro pro nos anos 90, participou de mais de 300 campeonatos, foi head-judge do circuito gaúcho e fez shape para wava, starsea e sunride. Atualmente trabalha com advogado é editor e colunista do bodyboard.com.br . Dedicado ao free-surf é presença constante no North Shore havaiano.

Comente
0 comentários Comente agora!
Compartilhe

20 de Setembro, dia do Bodyboarding Farroupilha

Postado em 20.09.2014

1 comentários

Em 20 de setembro de 1835, há 179 anos, tinha início a Revolução Farroupilha, uma das mais longas e sangrentas batalhas da nossa história que plantou a semente republicana em nosso país.

Para comemorar esta importante data, hoje, a B2BR tem orgulho em anunciar o mais novo team rider da equipe de atletas, o bodyboarder gaúcho Uiliam UST.

Uiliam é um verdadeiro campeão e um grande embaixador do esporte. Exemplo de superação desde que sofreu um grave acidente de moto em 2008, mas que não o impediu de continuar praticando o esporte, mesmo desacreditado pelos médicos. Sua força de vontade foi o que o fez recuperar. Aos poucos, ele voltou a surfar e chegou a fazer algumas bodyboarding trips internacionais, inclusive para competir uma etapa do mundial em Zicatela, Puerto Escondido, México.

Tudo o que ele aprendeu, ele faz questão de dividir. Criou assim o “Project UST”, uma escola de bodyboarding em Balneário Curumim/RS, ensinando gratuitamente crianças e jovens da sociedade que normalmente passam as férias de verão na praia sem realizar atividades saudáveis.

Ele também escreve a coluna ‘Bodyboarder Black Belt’ no site bodyboard.com.br, compartilhando fotos e informações sobre os mais variados assuntos ligados ao esporte.

Seja bem vindo à equipe, UST.

Comente
1 comentários Comente agora!
Compartilhe

Hasta luego, amigo Duenas!

Postado em 04.12.2013

0 comentários

Com um imenso pesar que comunicamos o falecimento de um grande nome da comunidade do bodyboarding mundial e membro da família B2BR, o paranaense Leandro Duenas.

Leandro estava afastado do cenário competitivo nos últimos anos, mas participou de eventos do circuito mundial entre 2005 e 2009, levando alegria e amizade a todos atletas. Ele competia apenas para se divertir e para compartilhar experiências. Não tinha pretensões de grandes títulos, mas o puro prazer de desfrutar bons momentos, conhecendo novos lugares e conquistando muitos amigos por seu modo muito agradável e descomplicado de ser.

Ele era uma pessoa que gostava muito de viver bem, praticava vários esportes radicais e por isso estava sempre com bom astral. Preocupado com a família, a filha e os amigos mais próximos, ele sempre incentivava e valorizava aqueles que os cercavam. E, mesmo, naquele que estava sendo um dos momentos mais difíceis da sua vida, ainda era capaz de dizer que estava bem, com palavras alegres e contagiantes! Um grande e verdadeiro amigo que vai fazer muita falta!

A equipe B2BR deixa suas singelas homenagens ao eterno membro da equipe e companheiro de muitas aventuras. Duenas, você sempre foi e sempre será o campeão "moral" de todas as competições, sempre estará na memória de todos e será o exemplo a ser seguido por aqueles que tiveram o privilégio de te conhecer! Sentiremos sempre saudades de ti! Descansa em paz, amigo...

A família dele fará uma cerimônia para homenageá-lo. Será realizada no próximo domingo, dia 8 de dezembro, às 9h, na Praia Mole, em Florianópolis. No canto esquerdo, sendo a ‘pedra do índio’ o ponto de referência para encontro de todos que devem estar vestidos de branco.

Comente
0 comentários Comente agora!
Compartilhe

Felipe Lima é o brasileiro classificado para o Pipeline Challenge

Postado em 19.02.2013

0 comentários

Depois de dois dias extremamente exaustivos para os atletas pelo longínquo outside da praia de Turtle Bay, foram definidos os trialistas que terão a honra de competir o evento principal na mítica onda de Pipeline!

Não se sabe ao certo porque Turtle Bay é sempre escolhida para os trials de Pipe, pois é uma onda ruim para competições de bodyboarding. Mas, independente disso 16 vagas para o evento principal estavam em jogo.

Entre os representantes brasileiros nos trials, o gaúcho Luigi Ligabue competiu na quarta bateria da segunda fase, mas não conseguiu a classificação. Stephan Stamm ficou em terceiro na oitava bateria do Round 3 com apenas 0,4, menos de meio ponto, de diferença para o segundo colocado.

O campeão mundial e vencedor do Pipe Master, Paulo Barcellos, considerado um dos melhores fotógrafos de água do mundo, teve que participar das triagens em Turtle Bay em uma verdadeira loteria. E foi realmente uma perda para o Brasil, pois Paulo não chegará competir no evento em Pipe com tamanho histórico e morando no North Shore, sendo respeitado por lendas havaianas como um local.

Felizmente, a boa noticia é a classificação do carioca Felipe Lima que conquistou o segundo lugar na primeira bateria do quarto round, tornando-se um dos 16 privilegiados que competem, a partir de amanhã, o evento principal em Pipe!
 

Willy Nepia Murray (New Zeland)
Mick Daley( Australia)
Antonio Cardoso (Portugal)
Omar Font (Puerto Rico)
Heydon Bunting (Australia)
Tom Bolitho (Australia)
Thomas Govenetche (França)
Charles Ward (Australia)
Guy Williment (Australia)
VIjay Maharaj (Canada)
Kainoa French (Hawaii)
Felipe Lima (Brasil)
Brian Wise (USA)
Jacob Pembrook (Hawaii)
Harley Ward (Australia) 



Turtle Bay Turtle Bay Heydon Bunting Heydon Bunting Turtle Bay
Comente
0 comentários Comente agora!
Compartilhe
TV B2BR
mais videos

B2BR