BLOG

Eder Luciano manda notícias direto da Europa

Postado em 24.08.2010

5 comentários

B2BR: Parabéns pelo resultado em Sopelana, todos vibraram com o campeonato! Conte-nos como estava a competição esse ano?
EL: Valeu a toda a galera pela torcida! A estrutura deste ano poderia ter sido bem melhor se comparada aos outros anos. Mas o nível dos atletas continuava forte, todos os gringos estão surfando muito nas ondas pequenas e é possível ver uma grande melhora. Eu surfei bem na competição, mas, infelizmente, o fator sorte estava contando muito durante o último dia. O Pierre achou a onda boa da bateria e fez uma nota que fez a diferença na pontuação.

B2BR: Infelizmente, não deu para superar o francês nas quartas de final, mas torcemos para que nas próximas etapas você tenha mais sorte! Como está o nível técnico dos competidores? Algum favorito?
EL: Fiquei muito impressionado com o nível dos gringos nas ondas menores. Dá pra ver que eles têm treinado muito e já estão dando muito trabalho nas etapas européias. GT em Sopelana foi impecável. Surfou diversos picos que se apresentaram durante a competição e ele foi um monstro, fora do normal. Venceu e convenceu. Em Sintra, “o bixo vai pegar” e tudo pode acontecer. Essa etapa vai ser um peso na cabeça de muita gente, mas eu aposto que o título vai ser decidido mais uma vez em Confital. Quero pegar boas ondas e mostrar um bom trabalho, representando bem meus patrocinadores, minha cidade (Itapema/SC) e meus pais. Tem previsão de boas ondas para sexta feira, quando eu vou competir, e isso me deixa mais confiante e com vontade de vencer!

B2BR: Como foi a correria para ir de Sopelana a Sintra?
EL: Cheguei nesta segunda pela tarde. Estou muito bem instalado na cada da Marta, uma amiga aqui de Portugal. Juntos estão Luis Villar, Isabela Sousa e Luz Marie de Porto Rico. Já fiz meu primeiro treino no fim da tarde. Pegamos boas ondas. Já deu para sentir na pele o quão gelada é a água de Sintra!!

B2BR: Como está o ambiente entre os atletas brasileiros? Como vai toda a galera?
EL: A galera está surfando bem, sempre se ajudando no que pode, sempre na torcida para aquele que entra na água. Está todo mundo querendo ganhar hehehe. Este ano temos reforços! O Amarelinho (Hellinton Loureiro) e o Marcus Lima. Aqui em Sintra Roberto Bruno também vai competir, assim como o Dr. Stamm! Agora são 23:30 (de segunda), vamos descansar, pois o dia foi cheio! Amanhã tem mais novidades!

Comente
5 comentários Comente agora!
Compartilhe

Guilherme Tâmega vence mundial de bodyboarding em Sopelana

Postado em 22.08.2010

0 comentários

O domingo de competições iniciou em condições perfeitas, sem vento, com a maré baixa, mas com menos de um metro de onda.

Quartas de final
Na primeira disputa, Yeray pareceu confortável para garantir a vitória sobre o português Rui Ferreira.

Dave Hubbard, em sua última onda, somou 9,5 pontos para eliminar o canário Diego Cabrera, na segunda bateria.

Mesmo com todo o conhecimento local, Aritz Larrinaga não conseguiu impedir que o brasileiro Guilherme Tâmega vencesse a terceira bateria. Guilherme manteve seu forte ritmo desde a primeira onda surfada, enquanto Aritz esperava por uma série que trouxe ondas somente segundos depois do final da disputa, o que já era tarde.

Na última disputa das quartas de final, Pierre Louis Costes e Eder Luciano abriram a bateria com a mesma nota 5 pontos, porém o francês surfou uma onda de ARS-S seguida por várias outras manobras até o inside para quase atingir a perfeição: 9 pontos. Eder ainda surfou outras ondas, mas não conseguiu superar esta nota do Pierre. O brasileiro finaliza este evento na quinta colocação.

Semi final
Na primeira semi final, Yeray começou com notas 4,5 e 6,5. Dave Hubbard manteve a prioridade na escolha de ondas, buscando aquela que pudesse lhe proporcionar uma nota mais expressiva. Dave conseguiu um 6,5, mas Yeray respondeu com uma nota 9 pontos e assim foi o primeiro a conquistar a vaga na final!

Guilherme Tâmega abriu a segunda bateria com 8 pontos! Pierre buscou ondas para realizar manobras que lhe garantissem grandes pontuações, mas suas maiores notas foram 5 e 6,75 pontos. GT ainda teve outra nota 5,25 pontos que foram suficientes para eliminar o francês.

Final
Yeray Martinez somou 4,40 pontos em sua primeira onda. Guilherme abriu seu somatório com 6,90 e 6 pontos. Yeray deu o troco com uma onda 8,5 pontos e outra 7,5, mas que não foram suficientes para superar os 9,15 pontos que o brasileiro somou em sua terceira onda. Assim, o brasileiro Guilherme é o campeão do Sopelana BBK PRO 2010!

Final Sopelana BBK Pro 2010 from Meduxa.com on Vimeo.

Comente
0 comentários Comente agora!
Compartilhe

AO VIVO - Sopelana BBK PRO

Postado em 22.08.2010

9 comentários

Free video streaming by Ustream

Comente
9 comentários Comente agora!
Compartilhe

Sábado de muita ação em Sopelana - IIa parte

Postado em 21.08.2010

1 comentários

No final da tarde, as disputas voltaram para a água. Como o sol se põe cerca de 21h, foram realizadas as oito baterias da quinta fase tranquilamente.

Na primeira bateria, o canário Yeray Martinez superou o australiano Dalas Singer com muita facilidade para conquistar seu melhor resultado no ano até agora.

Na segunda, o veterano português Rui Ferreira usou todo seu conhecimento local de Sopelana para superar o super star australiano Dave Winchester, mostrando que a zebra continuava solta para aumentar o drama dos pretendentes ao título deste ano...menos um favorito na parada.

Na terceira bateria, um exemplo de superação. Até os 5 minutos finais, Beñat Elosua vinha em primeiro, eliminando Dave Hubbard. Mas, o havaiano conseguiu uma boa onda, diminuindo a vantagem do espanhol e, nos últimos segundos, ele conseguiu uma virada incrível, conquistando a classificação!

O brasileiro Uri Valadão competiu na quarta bateria contra o canário Diego Cabrera, um velho duelo de dois jovens talentos da nova geração. Diego e Uri são extremamente jovens e talentosos, mas se conhecem de longa data em competições internacionais. Por isso, uma bateria entre os dois é sinonimo de combate até o final! E foi exatamente isso que vimos hoje em Sopelana. Uri dominou a bateria, mas, na contagem regressiva, ambos remaram na mesma onda. O canário tinha a prioridade da onda para a direita, mas Uri remou junto com Diego e o resultado foi uma interferência do brasileiro e a conseqüente a eliminação de uma maneira esquisita...

Felizmente, na quinta bateria, Guilherme Tamega não deu chances para o australiano Ben player em outro tradicional duelo de campeões mundiais. GT é o primeiro brasileiro a se classificar para as quartas de final.

Na sexta bateria, tivemos um duelo de locais para delírio dos organizadores da prova! Quem levou a melhor foi Aritz Larrinaga sobre Alex Uranga.

A sétima bateria foi um verdadeiro show do jovem francês Pierre Louis Costes frente ao colega de equipe Ryan Hardy, que acabou de conquistar o título de Shark Island. Mas como Sopelana está longe de ser Shark, Pierre não tomou conhecimento e mandou o aussie de “kombi” (combinação de notas) para casa. Em três ondas surfadas, Pierre fez a maior nota e o maior somatório da competição com 9,75, 8,50 que entraram para o seu somatório final e ele ainda tinha 7,00 pontos como a terceira nota.

Eder Luciano concluiu o dia de competição em uma bateria emocionante contra o hawaiano Jacob Romero. O Ciclone Catarina abriu a bateria com uma ótima onda 8,5 e finalizou a bateria com uma onda 7,25. Ele e Pierre se enfrentarão nas quartas de final.

Não sei que tipo de acordo fez o eder luciano com neptuno. É que ele até é um gajo alto, tem algum peso, no entanto surfa ondas de 20cm com uma fluidez e naturalidade que não são humanas. O que ele faz ninguém pode almejar a fazer o mesmo. Já não é bodyboard é ederboard. No último heat fez todos os adversários parecerem que surfavam com uma pedra as costas. Isso não se faz. Lembro-me de maradona a desesperar os defesas contrários com o seu corridinho. Só parava se o agarrassem e não deve faltar quem tenha vontade de fazer o mesmo ao eder em sopelana. Ele vive um desses momentos, quer ganhe ou não.” – do blog português Palavras de Sal

Quartas de final
1. Yeray Martinez X Rui Ferreira
2. Dave Hubbard X Diego Cabrera
3. Guilherme Tâmega X Aritz Larrinaga
4. Pierre Louis Costes X Eder Luciano

Comente
1 comentários Comente agora!
Compartilhe

Sábado de muita ação em Sopelana - Ia parte

Postado em 21.08.2010

0 comentários

Em um sábado de muita ação no país Basco, a tradicional Arrietara foi palco de embates acirrados!

Na primeira bateria do dia, Lucas representou o Brasil, mas com duas ondas apenas, ele não somou pontos suficientes para avançar a fase. O australiano Thomas Rigby e o local Aritz Larrinaga foram os atletas que conquistaram as duas vagas para a quarta fase.

Na oitava e última bateria desta fase, o Brasil perdeu um de seus dois representantes com a eliminação de Hermano Castro. Luis “Gigi” Peres venceu a bateria, sendo Hellinton Loureiro o segundo a conquistar sua vaga!

O quarto round aconteceu em seqüência. Logo na primeira bateria, a surpresa foi a eliminação de Amaury Lavernhe, atual líder do Circuito Mundial. Foi registrada uma interferência dupla entre ele e o brasileiro Marcus Lima, o que foi derradeiro para a eliminação de ambos atletas. Yeray Martinez e Rui Ferreira foram os classificados.

Dave Winchester e Dallas Singer, Dave Hubbard e Diego Cabrera foram os classificados nas baterias seguintes.

Na quarta bateria, Uri Valadão somou um resultado expressivo ao somar 8,00 e 8,75 pontos. Benat Elosua foi o segundo classificado. O havaiano Jeff Hubbard foi eliminado nesta disputa.

Guilherme Tâmega carimbou seu passaporte com a primeira colocação na quinta bateria. Aritz Larrinaga e Ben Player eliminaram Michael Novy e Aitor Romo na sexta disputa.

Na sétima bateria, sofremos com a eliminação de outros dois atletas brasileiros. Luis Villar e Hellinton Loureiro não conseguiram parar Pierre Louis Costes e o havaiano Jacob Romero.

Após a realização dessa fase, o campeonato foi paralisado devido às condições da maré. Um descanso para os competidores voltarem com tudo ao final do dia para enfrentar as duras condições das “marolas” em Sopelana.

Durante a pausa, o público foi entretido com uma exibição de towout, quando o atleta é puxado pelo Jet Ski contra a onda para lhe proporcionar uma manobra extremamente aérea! Grandes estrelas como o australiano Jake Stone deram um show de manobras aéreas mesmo nas fracas condições do mar.


Comente
0 comentários Comente agora!
Compartilhe
TV B2BR
mais videos

B2BR